segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Desabafo de um mortal.

Como pude mudar
Para um ser tão fútil?
Tão inútil.
Brincar de sonhar.

Me rebaixei
Por algo que nunca sonhei
Por algo impossível
Completamente inatingivel.

Por que pensar que futilidades
iriam me agradar?
Por que pensar que vodka
iria me alegrar?

Por que com uma expressão ironica
meus olhos fui virar?

O que aconteceu comigo?
Me tornei uma pessoa grossa
Qual o meu castigo?
Quero criar uma bossa.

Por que parei de olhar as estrelas?
Por que parei de admirar?
Por que perdi o encanto das simples coisas?
O que vou pensar?
Que é a hora de mudar.

Um comentário:

  1. você tem um blog, que lindo ele *-*
    seu poema ficou supimpa, mesmo.

    ResponderExcluir