terça-feira, 19 de outubro de 2010


Tenho uma alma de criança,
Sem rancor, sem ambição
Vivendo em torno de uma dança

Não sei o que é o amor,
muito menos fulgor
vivo sem ter beleza
mas com toda nobreza.


Tentando descobrir o mundo
Virando de cabeça para baixo
Como se não fosse tão imundo
descobrindo um novo cacho


Sinto que minha alma ainda é um tanto pura
Sinto que estou segura
Você me jura?

Um comentário:

  1. Juro!!! kkkk

    ...mas depende de você, e sabes disso!!!

    Beijo n'alma.

    ResponderExcluir